Por que devo praticar Pilates?

Compartilhe

O método Pilates surgiu no início do século XX e tem como objetivo unificar o corpo e a mente. Foi a partir desse objetivo e diversas observações que o seu criador Joseph Pilates, desenvolveu a Contrologia.

A Contrologia nada mais é que controlar totalmente o corpo e a mente por meio de exercícios e movimentos adequados.

Seguindo essa linha de pensamento, para termos os resultados esperados – é essencial realizar tais movimentos de forma correta e com posicionamento ideal, além de trabalhar com a prevenção de lesões futuras.

A Contrologia é formada por princípios. Confira.

 

Respiração

Considerado um dos princípios mais importantes do método pilates – a respiração deve ser usada de forma correta, utilizando um padrão respiratório (ter sintonia na inspiração e expiração durante os movimentos), operando a parte inferior do tronco.

 

Concentração

Para efetuar um movimento, é exigido maior concentração/atenção, para que o indivíduo compreenda e entenda todos os estímulos que receber.

É necessário estar atento e totalmente presente em sua mente, enviando comandos certeiros de cada exercício para que exista harmonia entre eles. Mantendo a concentração em cada parte do corpo, desde sua disposição até o alinhamento postural.

 

Alinhamento Postural

A maior parte das pessoas que procuram  pelo método Pilates, tem como objetivo o realinhamento postural. Sendo assim, toda a estrutura do corpo precisa ser alinhada durante todo e qualquer movimento.

É necessário sentir o crescimento dos membros e da coluna vertebral, para que haja espaços entre as vértebras e as articulações.

 

Controle

Ter controle no método pilates significa desenvolver os movimentos com consciência, evitando compensações musculares e posições erradas. É poder realizar cada exercício com precisão.

Através desse controle, o corpo humano envolve completamente a coordenação motora, onde os movimentos são realizados harmonicamente.

 

Fluidez

O objetivo da fluidez é garantir que todos os exercícios sejam  leves e simétricos, sempre alinhados com a respiração.

É essencial que cada movimento seja praticado de forma contínua e nunca interrompido. Afinal, os exercícios fluídos proporcionam a sensação de leveza e relaxamento.

 

Precisão

Tem como foco, unificar corpo e mente. Estando ligada diretamente ao controle, pois juntos garantem movimentos precisos e controlados, assegurando a eficiência deles e prevenindo o corpo de lesões.

 

Power House

Power House é a centralização da força durante os movimentos, é importante estar com o centro corporal ativado e estável, por meio da contração da musculatura do tronco.

Quando o diafragma contrai e seu centro tendíneo desce, ele encontra as vísceras. Neste momento, a musculatura abdominal deve estar ativa, criando uma espécie de “cinta” conectada diretamente ao abdome.

Caso essa ativação não ocorra, a pressão abdominal será empurrada para baixo e para frente e o seu centro não conseguirá levantar as costelas inferiores, impossibilitando a entrada do ar.

 

Mas, afinal de contas, por que devo praticar Pilates?

Sendo considerado um dos melhores exercícios da atualidade, o Pilates auxilia no aperfeiçoamento da musculatura corporal, evita patologias cardiovasculares, reduz o estresse, corrige a postura, aumenta a flexibilidade, estimula a coordenação motora, previne o corpo de fraturas, além de melhorar a concentração e amenizar dores.

Enfim, existe uma infinidade de benefícios para o corpo e a mente dos praticantes de Pilates, garantindo assim – maior qualidade de vida.

Diante de todos os benefícios que o Pilates proporciona, fica ainda mais fácil compreender que essa técnica auxilia no bem-estar emocional e físico, além de aumentar gradativamente a qualidade do sono, aliviando a tensão diária, integrando o corpo, a mente e o espírito.

E como dizia Joseph Pilates: “Nem muito pouco, nem em excesso”.

Até a próxima!


Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.