Pilates para asmáticos 

Compartilhe

Segundo pesquisas, o Brasil fica em 8° lugar no ranking de asmáticos, sendo, aproximadamente, 300 milhões de pessoas que sofrem com a doença no país. (OMS, 2008). 

Apesar de ser constante, muitos ainda não sabem que a asma nada mais é do que uma doença inflamatória crônica das vias aéreas. 

Os brônquios de um asmático são bem mais sensíveis e inflamados do que os de um pulmão saudável, o que dificulta a respiração, devido ao estreitamento das vias respiratórias. 

Os principais sintomas são: respiração curta e rápida, desconforto torácico, chiado no peito, dificuldade de respirar, ansiedade e infecção na garganta. 

Sabemos que a asma não tem cura, mas ela pode ser tratada. E será que o Pilates pode realmente ajudar de alguma forma neste tratamento? 

A resposta é sim! E é sobre isso que vou abranger nos próximos tópicos. Acompanhe e fique por dentro destas informações. 

 

Entendendo o Pilates 

Já sabemos o que é asma, agora, precisamos entender do que se trata o método Pilates. Você já conhece? 

O foco do Pilates, consiste em trabalhar a harmonia entre mente e corpo, proporcionando consciência e domínio dos movimentos. 

Para isto, ele é estruturado com base em seis princípios, sendo a respiração o primeiro e talvez o mais importante deles. 

Respirar corretamente durante os exercícios auxilia no controle dos movimentos e na estabilização da coluna. Neste método inspiramos pelo nariz e expiramos pela boca. 

A partir disto, o indivíduo passa a ter consciência dos seus movimentos musculares no decorrer da respiração. 

 

Como ele atua no tratamento? 

O portador de asma requer um treinamento voltado para o seu tratamento, que pode ser voltado para reeducação respiratória e postural. 

Pessoas asmáticas, possuem uma rigidez torácica, por este motivo, os exercícios devem ser voltados a proporcionar o desbloqueio torácico e aumentar a mobilidade costovertebral. 

Além disso, é necessário o treino da respiração seguida da inspiração pelo nariz e expiração pela boca, já que asmáticos tendem a respirar o contrário disso. 

Conforme o praticante desenvolve uma boa respiração, ele adquire liberação dos canais respiratórios, energia, controle muscular e também mental, controlando então, a ansiedade. 

Não posso deixar de ressaltar que sim, as alterações posturais atingem diretamente à mecânica respiratória. 

neste ponto, o Pilates fornece um poderoso benefício, baseado o treino da consciência, controle e manutenção da postura corporal. 

 

Espalhe esta informação! 

Gostou de receber estas orientações de tratamento da asma através do Pilates? 

Agora é hora de compartilhar, pode ser que tenha alguém do seu lado que precise saber disso para obter uma melhora na qualidade de vida. 

Se você é uma pessoa que enfrenta diariamente os desafios da asma, te convido a experimentar este método que contribuirá perfeitamente ao seu tratamento e bem-estar. 

 

Gostou dessa leitura? Se ainda existir qualquer dúvida é só deixá-la abaixo nos comentários! 

Até a próxima! 


Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.