Conheça os princípios do Pilates

Compartilhe

O Pilates é uma das atividades físicas mais exercidas atualmente, tendo um avanço notável no Brasil e uma eficiência incontestável.

Para compreender melhor essa modalidade, precisamos estar cientes da integração entre corpo, mente e espírito que essa prática tem como princípio.

Uma das principais ações do Pilates é gerar harmonia entre esses pontos, estimulando o controle do corpo e domínio dos movimentos.

Tudo está conectado. Seu corpo reage aos seus pensamentos, ou seja, o que você sente internamente, pode atingir o seu físico. É preciso cuidar de si para estar sempre em equilíbrio.

 

Vamos simplificar!

Contrologia é um termo muito utilizado dentro do assunto, porém nem sempre fica claro para todos. No entanto, nada mais é do que o nome de origem do Pilates, dado pelo seu criador, Joseph Pilates.

A Contrologia foca nas atividades em si, se atentando às respostas do corpo, controlando os movimentos e buscando sempre o equilíbrio.

 

Mas… Pilates é só isso?

Não! Precisamos entender que a manutenção de um corpo saudável é uma necessidade. Há uma ligação entre dança e Pilates muito interessante.

Por também ser focada em movimentos, a prática do exercício para dançarinos pode atuar como uma prevenção de lesões e auxiliar no condicionamento dos mesmos.

O Yoga também está conectado, as práticas e técnicas de respiração e adaptações de vários movimentos do Pilates são muito utilizadas no Yoga. Ou seja, vai muito além de um simples exercício.

 

O que faz o Pilates ser uma prática tão procurada?

O grande diferencial está na suavidade dos movimentos, se trata de algo que pode ser feito por diferentes tipos de pessoas, sem causar grandes impactos no corpo durante os exercícios.

O Pilates é extremamente acessível porque respeita o limite e as capacidades físicas e motoras de cada indivíduo.

Vamos definir os princípios desse exercício tão necessário:

 

Antes de mais nada: Se concentre

A sua mente guia o seu corpo, estar concentrado nesse momento é fundamental para cada etapa dos movimentos que serão realizados.

Concentrar-se não só no músculo que está sendo trabalhado, mas no corpo como um todo, mantendo sempre cuidado para evitar lesões e realizar os movimentos da maneira correta.

 

E então, tudo sob controle?

Manter o controle é fundamental para qualquer situação, seja na nossa rotina ou em ocasiões específicas, precisamos ter confiança no que estamos fazendo e isso vem através do autocontrole.

Esse princípio garante a execução certa de cada movimento, trazendo a naturalidade aos mesmos. Assim fica mais fácil e muito mais interessante de se praticar.

 

Sempre em movimento!

Movimentar-se é a base do Pilates, mas é preciso fazer isso com precisão para não realizar um efeito contrário.

Ter a fluidez de realizar os movimentos de maneira harmoniosa, coordenada e contínua leva tempo, mas é um grande princípio e, talvez, um dos mais difíceis de se alcançar.

 

Calma, respira!

Respirar é o ato mais importante para nos mantermos vivos e no Pilates não é diferente. É preciso trabalhar a respiração de maneira coordenada com o movimento feito.

Ou seja, acompanhando o exercício com a respiração no mesmo tempo. Respirar de maneira certa é um princípio fundamental par manter todo o corpo em harmonia.

 

Tudo esclarecido? Então vamos praticar!

Não há nada melhor do que estar bem interiormente e transpassar isso por fora.

Preocupe-se com você, se atente aos sinais do corpo e cuide de sua mente para que tudo esteja em equilíbrio.

Se houver alguma dificuldade no meio desse processo, o Pilates está aí para te fazer lembrar de como se reorganizar e alinhar corpo, mente e espírito.


Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.